Práticas sustentáveis: Dicas para a sua loja virtual e física

 Práticas sustentáveis: Dicas para a sua loja virtual e física

Foto: Freepik

Ter uma loja sustentável não contribui apenas para o meio ambiente, mas também reduz custos e melhora a imagem da empresa. Entenda.

A sustentabilidade não é só uma tendência, mas uma necessidade cada vez mais urgente. 

De acordo com a Global Footprint Network (GFN), organização não-governamental que realiza pesquisas sobre sustentabilidade, seriam necessários três planetas Terra para dar conta de manter o ritmo de consumo global atual

Portanto, por mais que você seja um pequeno empreendedor, a sua loja também pode fazer a diferença para o meio ambiente. Sem contar que um negócio sustentável gera uma confiança maior e passa mais seriedade.

O que é sustentabilidade e qual o seu papel nos negócios?

De uma forma bem resumida, trata-se de um equilíbrio entre o uso dos recursos naturais e a preservação do meio ambiente. Tem tudo a ver com a economia circular, por exemplo. Já falamos sobre isso aqui. 

E parece que a prática tem se transformado em um pré-requisito. De acordo com a Confederação Nacional da Indústria. (CNI), 98% das empresas brasileiras adotam, ao menos, uma prática sustentável, ou seja, um caminho sem volta. 

Contudo, você não precisa realizar grandes ações ou gastar rios de dinheiro para isso. Com pequenos hábitos você alcançará grandes objetivos. As mudanças ainda podem resultar em:

  • Redução de gastos desnecessários;
  • Mais organização;
  • Valor à imagem da sua loja;
  • Um planeta mais limpo.

Mas você deve estar se perguntando: por onde eu devo começar? Nós separamos algumas dicas que podem fazer toda a diferença de forma simples.

Dicas práticas e simples:

Consumo consciente

Antes de tudo, faça uma avaliação sobre o que você já faz no dia a dia e depois, pesquise sobre os aspectos mais importantes de sustentabilidade no seu segmento. Eles condizem com os seus hábitos?

Pequenas mudanças podem ajudar tanto o planeta quanto na economia do negócio, como por exemplo, a identificação de possíveis desperdícios e até a reavaliação do consumo de água e energia.

Se você confecciona os seus produtos, já se perguntou se a matéria-prima é poluente? Há opções mais sustentáveis e econômicas? Já pensou em dar prioridade a fornecedores locais? 

Pode não parecer, mas pequenas melhorias como estas podem ter um impacto positivo, tanto na natureza quanto no seu bolso.    

A seguir, algumas ideias concretas que é possível reproduzir:

Redução de produtos descartáveis

Se você também tem uma loja física, talvez tenha um bebedouro e utilize copos descartáveis. Contudo, estes pequenos objetos, que são usados apenas uma vez, demoram cerca de 300 anos para se decompor.

Por isso, tente trocá-los por copos de vidro ou até copos reutilizados personalizados. Isso também ajuda a passar uma impressão de uma ambiente sofisticado, além do cliente se sentir mais acolhido.

Se ainda prefere os descartáveis, também há a opção de utilizar copos biodegradáveis, que são feitos com matéria-prima renovável e sem plástico.

Loja online

Já se a sua loja está apenas no ambiente online, preste atenção às embalagens. O plástico bolha, por exemplo, é um material difícil de ser reciclado. 

Tire um tempo para pesquisar sobre opções mais sustentáveis, elas não costumam ser muito caras. 

Papéis picados que você não usa, por exemplo, podem ser uma alternativa para preencher a caixa quando for enviar.

Embalagens recicláveis

Não só o plástico-bolha, na hora de enviar os seus produtos, pense em novas formas de embalagens que não envolvam plástico, como papel reciclado, envelopes e biodegradáveis.  

Dê prioridade às caixas de papelão, por exemplo. A forma mais comum de enviar encomendas é também uma das mais eficientes quando se pensa em sustentabilidade.

Muitas delas geralmente já são feitas de material reciclável e demoram, no máximo, seis meses para se decompor. Portanto, uma é talvez a melhor aposta. 

Já se precisar enrolar os produtos para mantê-los intactos, prefira papel craft. Trata-se de um tipo de papel reciclável que é capaz de substituir o isolamento com plástico.

Ou então, use fitas de papel gomada, que são mais ecológicas que fitas adesivas de plástico. 

Também evite isopor sempre que possível. Caso outro material com uma textura diferente não dê certo, ainda assim opte por bioespumas, um tipo de isopor feito da resina de plantas, como arroz, soja ou milho.

Descarte o lixo corretamente

De acordo com dados da prefeitura da cidade de São Paulo, a coleta domiciliar coletiva já recolheu 80,4 mil toneladas de lixo reciclável em apenas um ano (2019).

 Por isso, se o resíduo doméstico pode fazer a diferença, o lixo que você produz na sua loja, mesmo sendo um pequeno negócio, também faz. 

Por isso, não exite em separar e reciclar o que pode voltar a ser matéria-prima!

Use a imaginação!

Quem disse que a sustentabilidade não pode andar lado a lado com o marketing? Com a transição para um mercado cada vez mais ecológico, várias marcas já estão inovando em ideias focadas no meio ambiente e que também chamam a atenção.

Há empresas que entregam aos clientes cartões biodegradáveis cheios de sementes, que servem para plantar pequenas mudas, por exemplo. Ou então, se a empresa comercializa bebidas, envia canudos de metal como um brinde. 

O céu é o limite!

Outro exemplo legal que é possível reproduzir, é deixar o plástico descartável e enviar em sacolas personalizadas da loja que possam ser reutilizadas. 

Isso também acaba se transformando em um tipo de marketing, uma vez que a pessoa vai usar uma sacola com a sua marca registrada várias vezes.

Fora isso, há uma infinidade de ideias para usar como inspiração na sua loja, seja com ecobags, pendrives de bambu, blocos de notas com papel reciclado, canetas de papelão, copos dobráveis e o que mais imaginar.

Dissemine informações

Não adianta você fazer todo esse esforço se o consumidor jogar tudo fora no lixo comum. Por isso é necessário conversar sobre consumo consciente com quem está do outro lado também!

Tente comunicar o quanto isso é importante, para ele, seja através das suas redes de comunicação ou até na embalagem dos produtos. 

Uma forma de se fazer isso é no envio da mercadoria, avisando sobre o descarte da embalagem de forma consciente, por exemplo. Ou até deixando claro que eles podem reaproveitar o pacote para outros fins.

Nas redes sociais você também pode conscientizar o seu público sobre a importância de um consumo consciente e quais são as maneiras de fazer isso. 

Pode parecer bobo, mas falar sobre sustentabilidade traz engajamento, estimula boas práticas e traz seriedade ao seu negócio. 

Compartilhe esse conteúdo

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Conteúdo relacionado