O fluxo de caixa e as pequenas empresas

 O fluxo de caixa e as pequenas empresas

Abrir um negócio próprio é um sonho para muitas pessoas. Fazer este sonho virar realidade envolve oportunidades, muito trabalho e muito risco.

Abrir o negócio é o primeiro passo, mas mantê-lo funcionando e lucrativo é com certeza a parte mais difícil deste processo.

Normalmente sabemos produzir o que vendemos, sabemos prestar os serviços que oferecemos, somos bons em efetuar as vendas e achamos que isso é suficiente para sobrevivermos e até mesmo crescermos no mercado. No entanto, nos esquecemos de uma parte vital para o negócio, o acompanhamento e análise de nossas receitas e despesas.

No caso das pequenas empresas, este não é um conhecimento comum aos novos empreendedores, que em muitos casos acabam obrigados ao fechamento da empresa.

De acordo com a pesquisa do SEBRAE, 50% das micro e pequenas empresas fecham por inadimplência, falta de capital e falta de lucro.

A má gestão financeira, mais precisamente a ausência do fluxo de caixa, é um dos principais motivos do fechamento de micro e pequenas empresas.

O que podemos dizer é que o controle do fluxo de caixa não é um bicho de sete cabeças.

O fluxo de caixa consiste no controle do que ganhamos e do que gastamos, considerando um período determinado, o que nos permitirá saber exatamente qual o valor do que teremos que pagar referente às obrigações assumidas e qual o saldo que teremos disponível para honrar estas obrigações.

A boa notícia é que você pode encontrar gratuitamente estas ferramentas para ajudar no controle do seu negócio.

Dica Importante: Esteja próximo do seu contador, ele poderá orientá-lo e ajudá-lo na preparação e na análise do fluxo de caixa de sua empresa.

Ficou com alguma dúvida? A Angélica Campos, fundadora da Allcance Assessoria Contábil e parceira aqui da +ETC está pronta para te ajudar. Mande suas dúvidas para [email protected]

Compartilhe esse conteúdo

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Conteúdo relacionado