Como fazer uma boa descrição de produto

 Como fazer uma boa descrição de produto

Colocar um produto para vender na internet não é o mesmo que expor em uma vitrine. No formato online, a sua mercadoria não concorre apenas com as lojas ao lado ou da mesma rua, mas milhares de produtos espalhados por todo o país. (E às vezes, até pelo mundo).

Principalmente se você não confecciona o que vende. Como se destacar e convencer o cliente a comprar de você?

laptop blank screen and hopping cart full of gifts with copyspace, online shopping concept.

A importância de ter uma boa descrição de produto

Saber vender o seu peixe é essencial na hora de convencer o cliente. Uma boa foto e principalmente uma boa descrição do produto, farão toda diferença na decisão. 

 De acordo com um estudo da Lett Digital, 90% dos consumidores vão para outro site quando não encontram as informações desejadas na descrição de um produto.

O que é uma descrição de produto?

Trata-se da apresentação do seu produto, um lugar em que o cliente pode tirar todas as dúvidas antes de comprar.  

Aqui é necessário saber tudo sobre a mercadoria, como cor, preço, tamanho, para que serve, onde usar, como usar, qual o modelo.

É como se fosse as informações de uma embalagem. Mais especificamente, é o texto que vai embaixo da foto do que você está vendendo.  

O que não pode faltar na descrição de um produto

Além de dar um “empurrão” na decisão de compra do cliente, uma boa descrição também possui outras vantagens, como: 

  • Autoridade

Descrições bem estruturadas auxiliam na autoridade do negócio. As pessoas se sentem mais confiantes para comprar, pois o e-commerce fica com uma cara mais séria, mais transparente e  que explica o produto de forma correta.  

  • Fortalece a voz da marca

Uma vez que o cliente recebe exatamente aquilo que está descrito no site, as chances dele voltar para comprar novamente são bem altas. E quem sabe até, indicar para outras pessoas. 

  • Ranqueamento no site

Uma vez que os feedbacks são positivos, os sites de marketplaces vão ranquear cada vez mais os seus produtos, pois o seu sucesso também se torna o deles. 

O que você precisa ter para criar uma boa descrição

Para que a descrição fique ótima, há alguns requisitos que é necessário se atentar. Listamos alguns, como: 

  • Conheça do público-alvo

Pare um pouco e pense: Você fala a mesma língua que o nicho em que atua? Identificar quais são os problemas do seu cliente e como pode fazer para ajudá-lo, é fundamental na decisão do internauta. 

Se a pessoa chegou até o seu produto, é meio caminho andado. Por isso, ter a consciência de como abordá-lo pode influenciar e muito na decisão de compra. 

Imagine as perguntas antes de serem feitas e responda na descrição. 

  • Escreva um título chamativo

Não adianta ter uma descrição perfeita se você não possui um título que chame a atenção. Por isso, invista nas palavras-chave, procure ser diferente dos seus concorrentes.

Um título simples pode ser mais convidativo que um complexo, por isso, evite números enormes ou científicos. 

Para se ter uma ideia, analise quem está no topo. Como está o título dele? 

  • Materialize a mercadoria

É importante que você descreva o produto de forma detalhada, com largura, peso, material, para que serve e como utilizá-lo. Isso ajuda a não deixar nenhuma dúvida. 

Lembre-se de que ele não pode tocá-lo. Por isso, proporcionar essa experiência por outras vias pode instigar a compra. Quais as sensações que você deseja causar?

  • Explique os benefícios

Mais que descrever o que é, deixar bem claro sobre quais os benefícios que o cliente terá ao adquirir a mercadoria, reforça o poder de persuasão. 

Descreva para que serve e quais as vantagens de tê-lo. O objetivo aqui é diferenciar da concorrência. 

Business theme, internet online shopping concept, shopping delivery, shopping cart carry shopping mail box and blur background of shopping bag and open laptop
  • Informações técnicas

É claro que alguns itens necessitam de informações mais técnicas, que na maioria das vezes serão compreendidas por quem está interessado no produto. 

Quando passamos tudo completo, vai evitar que o cliente precise tirar dúvidas ou recorrer a outro anúncio. 

Contudo, tente sempre simplificar a informação. Se você está vendendo uma bolsa, por exemplo, mais que falar das dimensões, mostre o que cabe ali.

Alguns lojistas optam por tirar fotos com celulare e carteira dentro para o consumidor ter uma noção da capacidade do produto.

  • Informação clara e limpa

É provável que a descrição fique longa, o que pode fazer alguém desistir de ler, se não estiver tão interessado assim. 

Por isso, tente organizar as informações em tópicos, tabelas e quem sabe até em fotos, em que o cliente possa dar um zoom nos dados, pode auxiliar na leitura.

  • Invista em fotos e vídeos

A descrição do produto não precisa ser apenas escrita. Fotos e vídeos da mercadoria também podem ser úteis na tomada de decisão. 

Por isso, tente tirar boas fotos, que tenham uma ótima qualidade e iluminação. Para os vídeos, é necessário também se atentar ao áudio, músicas de fundo e como o produto é abordado. 

Fotos e vídeos são canais para investir em narrativas que construam uma característica única para o seu negócio. 

Exemplos de descrição de produtos

Se o produto em questão é uma camiseta, por exemplo, precisa conter a cor, o tamanho, as medidas de busto, de cintura, largura das mangas, qual o modelo da gola, qual o desenho, qual é o tecido e até  de onde veio.

Se possui alguma estampa, destacar do que se trata (como flores, listras, ou desenhos). Caso seja uma referência de algo, como um filme, colocar o nome do longa e do personagem. 

Também mostre quais as vantagens de comprar da sua loja. A sua camiseta é feita de um material melhor? Tem uma estampa única? Vem com botões extras?

Quando a mercadoria possui uma boa descrição, isso evita que ele precise esclarecer dúvidas no SAC ou entrar em contato com a loja. (O que otimiza o seu tempo também).

Descrição de produto nas redes sociais

As redes sociais são canais um pouco diferentes dos sites de Marketplace. Isso porque as pessoas não entram com a intenção de comprar, mas com outros propósitos. 

Por isso, entender como abordar e chamar atenção nas redes sociais, pode fazer toda a diferença. 

Outra coisa, é que as redes sociais possuem públicos diferentes, que necessitam de abordagens diferentes. 

  • Instagram

Utilize imagens originais e evite bancos de fotos. É importante ressaltar que essa é uma rede social baseada na imagem, por isso, a foto pode ser um fator decisivo. 

Isso ajuda até na construção da sua marca na rede social. Tente construir um visual que combine com todo o perfil da sua loja no Instagram. 

Outro fator importante, é usar hashtags para aparecer nas buscas, (mas não abuse).

Trazer interação na legenda também pode ajudar a engajar o seu público. 

  • Facebook

O público do Facebook é um pouco diferente do Instagram. No entanto, há um mundo de oportunidades por lá também, seja através de grupos, páginas e até anúncios, mesmo. 

Lembra que falamos sobre explorar o público-alvo? Isso pode ser a chave para anunciar uma mercadoria nesta rede social.

A construção de uma página, com todas as informações da sua loja, são importantes na confecção de uma marca. 

Esta é uma rede social que você pode falar sobre formas de pagamento, por exemplo. Passar confiabilidade do produto na descrição pode convencer o internauta a comprar.

Compartilhe esse conteúdo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Conteúdo relacionado